Deco Tur

Cuiabá - MT

Fundada em 8 de abril de 1719 pelos bandeirantes, Pascoal Moreira Cabral e Miguel Sutil, às margens do córrego da Prainha, devido à descoberta de ouro, mais tarde denominadas Lavras do Sutil, a maior fonte de ouro que se teria achado no Brasil até então, Cuiabá só foi elevada a cidade em 17 de setembro de 1818, através de carta régia assinada por D. João VI. Só em agosto de 1835 se tornou Capital da província com a Lei nº 19, assinada por Antonio Pedro de Alencastro, na época, com cerca de 7 mil habitantes.

Foi em 1909 que Cuiabá teve seu reconhecimento como Centro Geodésico da América do Sul. Em meados do Século XIX, já estando unidas a parte principal e a portuária da cidade,a população já atingia quase 10 mil habitantes.

Na segunda metade do século XIX, com o fim da Guerra do Paraguai e a livre negociação, a cidade ganha força com obras de infra-estrutura e equipamentos urbanos. Como pólo avançado no interior brasileiro, centraliza uma região que passa a ter expressiva produção agroindustrial açucareira e intensa produção extrativa, em especial de poaia e de seringa.

No século XX, a ligação rodoviária com São Paulo e Goias e a aviação comercial, a partir de 1940, trouxeram o desenvolvimento da Capital. O grande marco de crescimento, no entanto, têm início na década de 70, quando o Governo Federal inicia um programa de povoamento do interior do País, oferecendo vantagens para os interessados. Em cinco anos, de 1970 a 1975, a população passou de 83 mil para 127 mil pessoas. Hoje, de acordo com o censo do IBGE, publicado em 2004, a Capital de Mato Grosso tem 524 mil habitantes.

Localizada a uma altitude de 165 metros, a Capital possui uma área de 3.984,9 km², com um clima tropical úmido no verão (dezembro a fevereiro) e seco no inverno (junho a agosto). A temperatura máxima, nos dias mais quentes, fica em torno de 45°C. A mínima varia entre 12 e 14°C. O município divide águas das Bacias Amazônica e Platina. Entre os principais rios dessas redes hidrográficas estão o Rio Cuiabá e o Rio das Mortes.

O Rio Cuiabá, que corta a cidade, divide dois municípios: Cuiabá e Várzea Grande. A Capital mato-grossense limita-se ao Norte com Rosário Oeste, a Noroeste com Acorizal, a Sudoeste com Várzea Grande, ao Sul com Santo Antonio do Leverger, a Leste com Campo Verde e a Noroeste com Chapada dos Guimarães.

A economia da Capital hoje está centralizada no comércio e na indústria. No comércio, a representatividade é varejista, constituída por casas de gêneros alimentícios, vestuário, eletrodomésticos, de objetos e artigos diversos. O setor industrial é representado, basicamente, pela agroindústria, com um distrito industrial que dispõe de infra-estrutura necessária, a Capital vem atraindo empresários de várias regiões do País.

Cravada no Centro Geodésico da América do Sul, Cuiabá é o portão de entrada para quem busca lazer e negócios em Mato Grosso. Cidade histórica dispõe de excelentes hotéis e centros de convenções de porte internacional.

Shoppings e praças arborizadas sugerem compras e passeios que convergem a ótimos restaurantes e deliciosos pratos da cozinha regional, nacional e internacional.

O melhor da cultura, do artesanato e da gastronomia mato-grossense encontra-se em Cuiabá. O Mercado do Peixe transformou-se em Museu do Rio, o antigo Arsenal de Guerra é hoje Sesc Arsenal, um centro cultural com salas de artes, teatro, cinema e bar. Há ainda o Aquário Municipal, a Casa do Artesão, o Palácio da Instrução, bibliotecas, museus e galerias de arte.

Cuiabá é, enfim, a síntese da emoção que o visitante vai experimentar ao conhecer as rotas turísticas que Mato Grosso oferece passando por Amazônia, Cerrado, Araguaia e Pantanal.

O que visitar?

1- Arsenal de Guerra (SESC Arsenal)
Criado com o nome de trem de guerra, por carta régia de Dom João VI. Foi construído em 1819 e restaurado em 1992/1993 pelo Serviço Social do Comércio o SESC, tornando-se um centro cultural.

2- Centro Geodésico da América do Sul
Obelisco erguido pelo Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, na Praça Moreira Cabral, ao lado da Assembléia Legislativa do Estado, afixado com base em levantamento astronômico em 1909, e comprovado pela Diretoria de Serviços Geográficos do Ministério do Exército. O CENTRO GEODÉSICO DA AMÉRICA DO SUL localiza-se nas coordenadas : Latitude Sul 15°3536 e Longitude Oeste 56°0655. Nessa mesma Praça o antigo Campo do Ourique, era o local público de castigo e execução de negros e condenados do período colonial e onde mais tarde eram realizadas as touradas.

3- Basílica Senhor Bom Jesus de Cuiabá
Fundada em 1722, como igrejinha de palha, foi reconstruída, e com obra de arte em seu interior destaca-se o Sacrário e a sua cripta abriga as cinzas dos Bandeirantes Pascoais Moreira Cabral e Miguel Sutil. Localizada no centro de Cuiabá, na Praça da República, segundo núcleo habitacional da cidade.

4- Campus da Universidade Federal de Mato Grosso
Na Av. Fernando Corrêa da Costa, em direção ao Coxipó, o maior distrito de Cuiabá, fica a Universidade Federal de Mato Grosso, criada para promover a integração desta região e soluções tecnológicas e de mão de obra especializada necessárias à resolução dos problemas dos ecossistemas que compõem o Estado: o Cerrado, Amazônico e o Pantanal. Dispõem de pistas para caminhada, quadra poliesportivas, museus, um zoológico, entre outras atrações.

5- Casa Cuiabana
Retrata as antigas residências cuiabanas, sendo o local de difusão cultural, com teatro de arena e exposições de artes. Está situada na Rua General Valle.

6- Casa da Cultura

7- Casa do Artesão
Localizado no Bairro do Porto com acesso pela rua 13 de Junho, partindo-se do centro de Cuiabá. Local de exposição do artesanato de Mato Grosso como redes tecidas à mão com desenhos multicoloridos, bonitas e variadas peças de decoração e utilitários em cerâmica, modeladas de forma primitiva, sem a utilização de tornos; trabalhos em madeira, couro e palha, além de artesanato indígena de diversas tribos de Mato Grosso.

8- Centro Histórico de Cuiabá
Cidade fundada em 08 de abril de 1719, Cuiabá possui Centro Histórico, traçado urbanístico e arquitetônico que registram o seu passado. As ruas mais antigas são estreitas e foram transformadas em calçadões, como a Ricardo Franco (Rua do Meio) e a Galdino Pimentel (Rua de Baixo), cujos sobrados tiveram seus salões inferiores transformados em pequenos comércios.

9- Centro Político Administrativo (Praça das Bandeiras)
Concebida para ser um espaço multiuso, a Praça das Bandeiras fica na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, na entrada para o Centro Político Administrativo (CPA). Além do espaço de 1.200 metros quadrados de passeio público, a praça conta ainda um espelho dágua com uma cascata de cinco metros de altura, palco e camarins com banheiros internos e uma galeria onde serão expostos bustos e telas que retratam os ex-governadores de Mato Grosso, a partir da Proclamação da República.

10- Complexo da Salgadeira
Área urbanizada com córrego e queda dágua de 15 metros. Possuindo um terminal de turismo social e de lazer, com restaurantes, instalações sanitárias, área gramada de acampamento. Distante 46 quilómetros de Cuiabá, em seu município, no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

11- Coxipó do Ouro
Antigo arraial da Forquilha, onde se realizou a primeira missa e está a mais antiga Igreja de Mato Grosso, Nossa Senhora de Penha de França. Banhada pelo Rio Coxipó, local de lazer da população Cuiabana.

12- Estação de Rastreamento e Satélite

13- Estádio Governador José Fragelli o Verdão

14- Horto Florestal
O Horto Florestal de Cuiabá, criado em 1.953, transformando-se em Parque Zôo-Botânico em 1983 e denominado em 19/07/89 (Lei 26930 com título de Parque Tote Garcia, tem aproximadamente 15,7 hectares e está situados na Região Sul da cidade, confrontando-se ao Norte com as proximidades da Av. Fernando Corrêa, ao Sul com Hotel Fazenda Mato Grosso e ao Leste com a Av. Antonio Dorileo).
A área do parque é composta por 02 tipos principais de vegetação: Mata Ciliar e Cerrado. A Mata Ciliar ao longo do Rio Coxipó e dos 02 córregos  que a atravessam a área, transpostos por 05 pontes de madeira. O Cerrado ocorre na parte mais central com características nitidamente florestal, sendo uma importante Reserva Botânica, e apresenta alta densidade com dossel atingindo cerca de 14 metros de altura.
O Parque tem aproximadamente 06 Km de trilhas ecológicas, localizadas ao longo do Rio e córregos e entre as formações florestais e áreas de lazer contemplativos onde embaixo de árvores belíssimas sentado sobre um banco de madeira pode-se contemplar a natureza, a riqueza botânica, os animais silvestres, os pássaros, ou apenas deixar o tempo passar lendo um bom livro, tocando um instrumento musical, escrevendo poemas, batendo papo, ou simplesmente namorando.  
Existe uma variedade de mais de 150 espécies botânicas difundidas em grandes quantidades, além de exemplares de animais silvestres presentes como: caxinguelê (esquilo do cerrado), sagüi, lagarto, cotia, capivara entre outros.

15- Igreja Assembléia de Deus
Localizada na Av. Rubens de Mendonça, em frente ao Centro Político Administrativo, iniciou a construção em 1986 e terminou em 1996. Construção moderna em estrutura metálica destaca-se pela sua amplitude, numa arquitetura redonda como os coliseus romanos da antiguidade. Comporta cerca de 72.000 pessoas sendo 25 mil sentadas. Possui a Escola Missionária com I e II grau, com capacidade para 1.000 alunos por turno, tem faculdade de teologia, restaurante e cozinha que serve em eventos ate 3.000 refeições por hora. É o maior templo da América Latina.

16- Igreja Nossa Senhora Auxiliadora

17- Igreja São Gonçalo
É a única que possui, em sua torre, a imagem do Cristo Redentor, e em sua fachada estão esculpidos os apóstolos São Lucas, São Mateus, e São Marcos.

18- Igreja Nossa Senhora do Bom Despacho
Inaugurada em 1919 a "Notre Dame Cuiabana" é, ao menos externamente, a mais bela igreja da cidade. Seu estilo gótico, inédito em boa parte do país, foi definido por um arquiteto francês que teve toda a liberdade para ousar. Encontra-se imponente no Morro do Seminário. Foi restaurada e entregue a população no ano de 2004.

19- Igreja Nossa Senhora do Rosário e Capela São Benedito
Construída em 1722, foi restaurada. O interior do templo é barroco e o alto-mor em talha dourado, estilo rococó. É a mais antiga Igreja de Cuiabá  que guarda suas características originais. Localizada no primeiro núcleo habitacional de Cuiabá, ao longo do Morro da Luz e Centro Histórico de Cuiabá, foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Dentre as festas religiosas a festa de São Benedito é uma das mais concorridas, os devotos saem ás ruas com bandeiras e bandas de música, recolhendo donativos e abençoando as casas que os recebem com devoção e alegria. A festa de São Benedito acontece em junho, logo após os festejos do Senhor Divino.

20- Mesquita Mulçumana
No ponto mais alto do Morro da Luz pode receber visitação externa uma Mesquita, construída pela colônia árabe de Cuiabá em 1978, com participação financeira do ex-Rei Faiçal, da Arábia Saudita.

21- Mirante Municipal
Localizado no sétimo andar do Palácio Alencastro, sede da Prefeitura Municipal de Cuiabá, é possível se ter uma bela visão da cidade de Cuiabá.

22- Morro da Luz
Localizado no centro de Cuiabá, possui uma área verde urbanizada que permite passeios agradáveis com belos jardins e espaços para lazer contemplativo e apreciação da vegetação do cerrado.

23- Morro de Santo Antônio

24- Museu de Arte e Cultura Popular ? UFMT
Localizado no Campus da UFMT, reúne exposições periódicas de artes plásticas contemporâneas e acervo popular mato-grossense.

25- Museu de Artes Sacras
Instalado no Seminário da Conceição, imóvel tombado pela Fundação Cultural de Mato Grosso pode ser reconhecido de interesse é preservação da memória mato-grossense, o Museu de Arte Sacra, como acervo remanescente da antiga Catedral do senhor Bom Jesus e Igreja  de Nossa Senhora do Rosário, ocupou o seu espaço cultural na comunidade mato-grossense, a 10 de março de 1980.
Em meados desse mesmo ano, devido às fortes chuvas, o Museu teve impedido o seu funcionamento neste local, sendo reaberto em 08 de abril de 1984 e hoje está aguardando recursos para reforma.
Dentre as peças do acervo do Museu se Arte Sacra sobressaem-se as pertencentes é Dom Francisco de Aquino Corrêa, nascido em Cuiabá, a 20 de abril de 1885, religiosa e intelectual, membro da academia Brasileira de Letras. Considerado o Príncipe da Letras Mato-grossense e um dos maiores oradores do Brasil.

26- Museu de Pedras Ramis Bucair
Fundado em 8 de abril de 1959, mantém em exposição permanentemente, peças de diversas ?reas de pesquisas efetuadas pelo espeólogo Ramis Bucair. Fazem parte do acervo, instrumento de trabalho de guerra da era neolítica, fósseis  de peixes , pedras preciosas e semipreciosas. Situado no centro histórico de Cuiabá, na Rua Galdino Pimentel.

27- Museu do Índio
Conta com exposição de artesanato, armas e ornamentos das tribos indígenas de Mato Grosso. Localizado no Campus da UFMT.

28- Museu do Rio e Aquário Municipal
Até 1989 era mercado público, tinha a feira do Porto, mercado de peixe e com a nova administração municipal, passou a ser Museu do Rio, com projeto em parceria com a Fundação Banco do Brasil, reformando todo o prédio, e Empresa de Correios e Telégrafos foi construído um aquário de 08 metros de diâmetro que abrigará todas as espécies de peixes se nossa região, além de urbanizar o Porto com uma construção de quiosques e sanitários públicos ao longo de toda beira-rio, propiciando passeios às margens do Rio Cuiabá pelo seu calçadão.

29- Mercado do Porto

30- Palácio da Instrução
Localizado no Centro de Cuiabá, foi restaurado em 2004 e possui o Museu Histórico que retrata Mato Grosso do período colonial a República, Museu de História Natural e Antropologia, com exposição de pesquisas técnicos-científicas ligadas ao Centro de Zoologia, Botânica, antropologia e Paleontologia do estado. No Palácio pode ser visitado também, Biblioteca Pública estadual, com a exposição de pintores mato-grossenses que se destacam a nível Nacional e Internacional.

31- Parque Mãe Bonifácia
Área verde de 77 alqueires está sendo reflorestada e transformada em um verdadeiro parque da cidade. A primeira etapa, inaugurada recentemente, tem pista para caminhada de 9 km guarnecida de gramados, estacionamento, bancos, sanitários e iluminação.

32- Ponte Sergio Motta

33- Praça Alencastro
No centro de Cuiabá, em frente à sede da Prefeitura Municipal, ponto de encontro da população cuiabana, principalmente durante o dia com relação a negócios. Personagens da vida política e cultural de Mato Grosso são homenageados com bustos na praça, perpetuando-os na memória dos habitantes do lugar.

34- Praça Popular
Uma das praças mais antigas de Cuiabá tornou-se recentemente um dos locais mais badalados e concorridos da vida noturna cuiabana. São inúmeros barzinhos e restaurantes. Pizzarias, a cozinha árabe e japonesa, são alguns dos atrativos da praça, que as sextas feiras fica ainda mais movimentada.

35- Regionalíssimo
A gastronomia típica é servida neste restaurante. A exótica e deliciosa comida regional transformando-se numa atração à parte. Pequi no arroz e no licor, farofa de banana, ventrecha de pacu, mujica de pintado, piraputanga na brasa, paçoca de pilão, Maria Isabel, pirão, caldo de piranha, escaldado.
Para sobremesa, licores bem originais, como os de pequi, de guaraná, de banana, além de doces bem cuiabanos como furrundá, feito com parte do caule do mamoeiro e vegetais aromáticos. Entre as frutas, merece especial destaque a manga Bourbon produzida na baixada cuiabana. Encontra-se anexo à Casa do Artesão na Rua 13 de junho, Porto.

36- Sala do Turista
Inaugurada em setembro, o turista pode conseguir informações sobre aos pontos turísticos de Cuiabá. Encontra-se no sétimo andar da sede da Prefeitura no Palácio Alencastro, na Pra?a Alencastro.

37- Salgadeira
O complexo social e turístico de salgadeira localiza-se a noroeste da cidade de Chapada dos Guimarães, na rodovia MT-251, no trecho onde tem início a mudança de altitude, para chegar até o planalto dos Guimarães. Corresponde a uma área de lazer e recreação, com restaurante, quadras de esporte e locais para banhistas. Ponto turístico de parada obrigatória, situada na base de escarpa, recebe grande número de turistas e habitantes locais, qual são atraídos pelas cachoeiras do córrego da Salgadeira e da Paciência.

38- São Gonçalo Beira Rio
Comunidade de Pescadores e artesões, localizada às margens do Rio Cuiabá, distante do centro de Cuiabá 10 quilómetros. Ponto de venda de cerâmicas, restaurante simples e local de pesca de anzol. Em quase todas as casinhas do povoado vivem artistas da modelagem do barro. Os utilitários são preparados como ensinaram seus tataravós, e as mãos impregnadas de barro não se cansam de procurar a melhor forma.
Os vasos cerâmicos de modelos diversos, panelas, tigelas, potes, moringas, com o tempo foram acrescentados os cinzeiros, miniaturas de animais do pantanal, santos barrocos, produzidos com a argila que chega de canoa do outro lado do Rio, e depois de agüentarem ilesos o processo de queima, nos fornos rústicos de lenha, vão para outro lado do continente, adornar salões europeus, americanos, japoneses, como o testemunho de uma arte que se perderá no espãço requerido pela contemporaneidade.

39- Shopping Goiabeiras

40- Shopping Pantanal

41- Shopping Três Américas

42- Zoológico ? UFMT
O Zoológico da UFMT é parte integrante do Instituto de Biociência da UFMT. Foi fundado em 1977, com a transferência do Zoológico do 9°. BEC que foi a ele incorporado. Os animais residentes no Zoológico são representantes da fauna regional mato-grossense e por isso tem se tornado um referencial para o Estado como centro receptor de animais apreendidos por  fiscalizadores do Meio Ambiente.
Atualmente o Zôo- UFMT possui em deu plantel 54 espécies  de animais regionais representantes da Amazônia , Cerrado e Pantanal Mato-grossense, num total  de 784  animais  entre répteis, aves e mamíferos. O Zôo recebe diariamente a visita de escolas da rede pública e particular de ensino, onde as crianças têm oportunidade de conhecer e aprender com animais da nossa fauna. O Zôo é um dos cartões postais quando mostra milhares de aves migratórias, predominantemente garças, chegam todos os dias ao crepúsculo, cobrindo a copa das árvores para dormir.
O Zôo está aberto ao público de terça-feira a domingo das 08:00 ?s 11:30 das 13:30 às 17:00 horas. Os técnicos do zoológico realizam atividades de pesquisa, em conjunto com a FEMA / PRODEAGRO com animais da fauna mato-grossense, no Pantanal Mato-grossense.

43- Vida Noturna
Ruidosos barzinhos da moda fazem parte do roteiro noturno da capital. A concentração fica nas avenidas Rubens de Mendonça (CPA), Getúlio Vargas e Isaac Póvoas.

Fonte:
http://www.cuiaba.gov.br

Roteiros que passam por Cuiabá - MT

Got error 28 from storage engine
Warning: Unknown: write failed: No space left on device (28) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/tmp) in Unknown on line 0